Posted by webmaster Notícias

Os vários tipos de suspensões

A rubrica Autopédia da Razão Automóvel apresenta-vos hoje as várias arquiteturas de suspensões que militam por baixo dos nossos carros.

Responsáveis pelo amortecimento e controlo do equilíbrio do automóvel, as suspensõestêm um papel determinante no comportamento e conforto do carro. Umas mais elaboradas que outras; umas mais preocupadas com o conforto; outras com a performance. Vamos assim, tentar entender o que as distinguem.

Há portanto, seis principais tipos de suspensão:

1- Eixo rígido ou Barra de Torção

eixo-torcao-renault-5-turbo

Este sistema é sempre utilizado no eixo traseiro. Numa suspensão com eixo rígido, as rodas esquerdas e direitas estão ligadas por um único eixo. Assim, o movimento de um lado afeta o outro, tornando mais fácil a perda de contacto com a estrada. Os eixos e os seus apoios são pesados, aumentando a massa suspensa do carro. No entanto, como é barata de produzir e bastante resistente, a suspensão do eixo rígido é muitas vezes usada para a suspensão traseira de carros de gama baixa.

2- Suspensão Independente

suspensao-independente

A suspensão independente permite que as rodas direita e esquerda se movam individualmente, o que é excelente para lidar com irregularidades e buracos das estradas nacionais. No caso de um carro com tração traseira, também ajuda a transmitir potência com mais eficácia às rodas esquerda e direita. O sistema é leve, estável e oferece uma condução confortável. No entanto é um sistema que  não aproveita tão bem quanto os triângulos duplos, as capacidades dos pneus.

3- Suspensão MacPherson

suspensao-mcpe

Um sistema de suspensão simples consiste numa mola, um amortecedor e um braço de controlo baixo. A coluna refere-se ao próprio amortecedor, que também serve de suporte neste tipo de suspensão. A parte superior do amortecedor suporta a carroçaria através de um apoio de borracha, e a parte inferior é suportada pelo triângulo. Por ter menos peças, o peso é mais baixo e, por consequência, tem um bom deslocamento. A vibração pode ser absorvida numa larga extensão. O sistema foi concebido por Earl S. MacPherson, daí o seu nome.

4- Triângulo duplo

suspensao-triangulos-dup

Uma concepção que suporta as rodas num braço superior e num inferior juntos. Os braços têm, habitualmente, a forma de um “V”, como um triângulo. Consoante a forma dos braços e a tração do carro, pode controlar alterações no alinhamento e posição do carro durante a aceleração, com relativa facilidade. Também é muito rígida, revelando-se uma escolha popular nos carros desportivos que procuram controlo e estabilidade. No entanto, tem uma construção complicada e utiliza muitas peças, além de ocupar muito espaço.

5- Multilink

s-multilink

É um sistema de triângulos duplos avançado, que utiliza entre três e cinco braços para manter a posição do eixo, em vez de dois braços. Estes estão separados e existe muita liberdade, no que diz respeito ao posicionamento. O maior número de braços permite-lhe lidar com movimento em muitas direções e mantém as rodas em contacto com a superfície da estrada a todo o momento. Este tipo de suspensão é usado com frequência na suspensão traseira de carros de tração dianteira de alto desempenho para manter a estabilidade e a alta velocidade, e em carros de tração traseira com muita potência para manter tração.

Fonte: www.razaoautomovel.com

Tags:

About Author

Write a Reply or Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Olá!
Em que posso ajudá-lo?
Powered by
%d blogueiros gostam disto: